• O que é?

    Commodities são bens em estado bruto, geralmente. de origem agropecuária ou de extração mineral ou vegetal, produzido em larga escala mundial e com características físicas homogêneas, seja qual for a sua origem, ger. destinado ao comércio externo.

    São cada um dos produtos primários (p.ex., café, açúcar, soja, trigo, petróleo, ouro, diversos minérios etc.), cujo preço é determinado pela oferta e procura internacional, produzidas em grande quantidade e que servem de base para a indústria da alimentação, química, etc. no mundo inteiro.

  • Por que investir?

    As commodities são responsáveis por cerca de 65% do valor das exportações brasileiras.
    O valor das commodities é regido pela oferta e procura, cuja diferença oferece aos investidores boas oportunidades para lucrar.

    O investidor fica protegido contra oscilações indesejadas de preço (hedge). Quem compra ganha com a alta dos preços e quem vende, com a baixa. Isto é, em caso de preço abaixo do firmado na data marcada para a liquidação, o vendedor recebe a diferença até chegar ao acertado, se estiver acima é o investidor (comprador) que recebe.

  • Riscos

    Este é um investimento considerado de risco, já que não oferece ao investidor uma rentabilidade garantida. O retorno do investimento está sujeito a vários fatores, entre outros, o desempenho da empresa, e as oscilações da economia brasileira e internacional. Sujeito a perdas superiores aos valores investidos.
    É necessário preparo, ter perfil de investidor adequado, e contar com uma boa assessoria, como a da Spinelli, para tirar melhor proveitos das muitas oportunidades que este mercado oferece.

    Risco: Alto
    Perfil: Agressivo

  • Principais commodities agrícolas

    Açúcar

    O açúcar é uma commodity é uma das principais commodities produzidas no país. Três tipos de açúcares são exportados: branco (refinado), cristal e demerara.

    A larga produção de açúcar no Brasil garante oferta o ano todo. No entanto, a maior parte das negociações acontece nos períodos de safra e entressafra.

    A principais vantagens de se investir em açúcar são:
    O produtor fica protegido conta a oscilação de preços.
    Permite alavancagem de posição.

    Boi Gordo

    O Brasil é um dos maiores exportadores de carne bovina do mundo, e o Boi Gordo, atualmente, é uma das nossas principais commodities.
    Para evitar os riscos de oscilações de preços a garantir o preço por meio do mercado future é uma grande oportunidade. O preço do boi é calculado por arroba.

    As principais vantagens do investimento em Boi Gordo incluem:
    Protege o produtor contra oscilações indesejadas de preço (hedge).
    Eficiente contra o risco de base previne oscilações não esperadas.
    Possibilita alavancagem de posição, e é o contrato futuro mais alavancado.
    Transparência de preço nas negociações em plataforma eletrônica.
    Possibilita operações com derivativos de milho devido à alta correlação, uma vez que essa commodity é utilizada como insumo no desenvolvimento de bois magros.

    Café

    O Brasil é um dos principais produtores e exportadores de café, em especial do grão arábica. O preço do café é cotado por saca, e cada contrato futuro de café compreende 100 sacas.

    A vantagens de investir em açúcar são:
    Protege o produtor contra contra oscilações de preço indesejadas.
    Eficiência contra o risco de base evitando oscilações não esperadas.
    Possibilita alavancagem de posição.
    Transparência de preço nas negociações em plataforma eletrônica.

    Milho

    O milho é usado pela indústria para produzir diversos produtos para o setor alimentício.
    A extensa produção de milho no Brasil garante a oferta em boa parte do ano. No entanto, a grande parte das negociações acontece nos períodos de safra e entressafra. O preço do milho é cotado em reais por saca.

    As principais vantagens do investimento em soja incluem:
    Protege o produtor contra oscilações indesejadas de preço (hedge).
    Eficiente contra o risco de base (diferença entre o preço a vista do produto e o preço futuro) evitando oscilações não esperadas.
    Possibilita alavancagem de posição.
    Tende a baixa volatilidade.
    Transparência de preço nas negociações em plataforma eletrônica.

    Soja

    A produção de soja é a base de diversos produtos finais derivados do farelo e do óleo provenientes do processamento do seu grão. A demanda mundial é enorme, e o Brasil é um dos seus maiores produtores. O preço da soja é cotado por saca e estimado em dólar.

    A vantagens de investir em soja incluem:
    Protege o produtor contra a oscilação de preço e a sazonalidade do produto.
    A diferença entre o preço a vista do produto e o preço futuro previne oscilações inesperadas.
    Possibilita alavancagem de posição.
    Apresenta boa volatilidade.