• O que é?

    Tesouro Direto é um programa de venda de títulos públicos federais, desenvolvido pelo Tesouro Nacional, cuja finalidade é captar recursos para o financiamento da dívida pública federal e atividades do Governo Federal.

    Ou seja, ao investir em Tesouro Direto, você empresta dinheiro para o país e recebe uma remuneração por isso.

    Essa remuneração pode ser definida no momento da compra, quando o investidor opta por adquirir títulos pré ou pós-fixados.

    Os títulos prefixados têm a rentabilidade definida no momento da compra, ou seja, o investidor sabe exatamente o valor que irá receber na data de seu vencimento.

    Já os títulos pós-fixados possuem seu valor corrigido por um indexador. Assim, a rentabilidade da aplicação dependerá do desempenho desse indexador e da taxa contratada no ato da compra.

    Quase tão simples quanto investir na poupança, investir no Tesouro Direto é fácil e, além de não precisar de muito dinheiro para começar, pode ser muito mais rentável.

  • Títulos

    São ofertados os seguintes títulos:

    Tesouro Selic (LFT)
    • Título pós-fixado, indexado à taxa Selic
    • Indicado para investimento de curto prazo
    • Ideal em um cenário de alta da taxa de juros (Selic)
    • Menor risco de perda em caso de venda antes do vencimento

    Tesouro Prefixado (LTN)
    • Título prefixado
    • Rentabilidade conhecida no momento da compra
    • Indicado para investimento de curto prazo
    • Ideal para cenário de queda na taxa de juros (Selic)
    • Maior risco de perda em caso de venda antes do vencimento

    Tesouro IPCA + (NTN-B Principal)
    • Título que combina a variação do IPCA + taxa prefixada
    • Indicado para investimento de médio/longo prazo
    • Ideal para preservação do poder de compra, dado que rendimentos acompanham a inflação
    • Maior risco de perda em caso de venda antes do vencimento

    Tesouro IPCA + com Juros Semestrais (NTN-B)
    • Título que combina a variação do IPCA + taxa prefixada
    • Indicado para investimento de médio/longo prazo
    • Ideal para preservação do poder de compra, dado que os rendimentos acompanham a inflação
    • Maior risco de perda em caso de venda antes do vencimento
    • Rendimentos pagos ao longo do período de investimento, através de cupons semestrais de juros

    Tesouro Prefixado com Juros Semestrais (NTN-F)
    • Título prefixado
    • Rentabilidade conhecida no momento da compra
    • Indicado para investimento de médio/longo prazo
    • Ideal para cenário de queda na taxa de juros (Selic)
    • Maior risco de perda em caso de venda antes do vencimento
    • Rendimentos pagos ao longo do período de investimento, através de cupons semestrais de juros

  • Por que investir?

    Veja 6 vantagens de investir em Tesouro Direto:

    1. Baixo valor inicial de investimento (é possível comprar títulos a partir de R$ 30,00)

    2. Por serem emitidos pelo Governo Federal são considerados de baixo risco de crédito

    3. Liquidez diária e liquidação em dias uteis, garantido pelo próprio Tesouro Nacional.

    4. O IR só é cobrado no momento de venda, no pagamento de juros/cupons ou no vencimento do título

    5. Investimentos para curto, médio ou longo prazos

    6. Diversificação de seus investimentos, com flexibilidade de datas de resgate

  • Como investir?

    1. Abra uma conta na Spinelli.
    Para investir em Tesouro Direto, primeiro abra sua conta conosco.

    2. Decida quanto deseja investir.
    Na Spinelli não tem valor mínimo inicial. Você decide o quanto deseja investir, de acordo com o valor dos títulos que irá adquirir. A partir de R$ 30,00, é possível comprar títulos do Tesouro Direto.

    3. Escolha os títulos públicos.
    Informe-se sobre os títulos que tem interesse, escolha os que mais se adéquam ao seu perfil e objetivo, e se precisar de ajuda conte a equipe da Spinelli.

    4. Envie os recursos.
    Na Spinelli o envio do dinheiro pode ser feito por meio de TED ou DOC. Faça já o seu depósito.

    5. Faça seu login no site, compre e pronto!
    Investir em Tesouro Direto pela Spinelli é muito simples. Basta acessar a área logada do site, selecionar os títulos de sua preferência, seguir os passos e pronto!

  • Riscos

    O investimento em títulos do Tesouro Direto é um dos mais seguros do mercado, no entanto ainda há riscos. 

    O risco de inadimplência do emissor, por ser o Governo, é considerado baixo. Porém, é preciso manter-se atento à oscilação dos valores do título, principalmente os prefixados. Dependendo do momento, caso o título seja vendido antes do seu vencimento, corre-se o risco de perder parte do capital investido. Por isso, é recomendável esperar o vencimento do título.

    Risco: Baixo
    Perfil de investidor: Conservador

  • Custos

    Taxa de Administração
    Taxa cobrada pela Spinelli: ZERO a.a.

    Taxa de Custódia
    Taxa cobrada pela BM&FBovespa: 0,30% a.a. *
    * Seu recolhimento ocorrerá semestralmente (1º dia útil de jan. /jul.) ou em evento de custódia (pagtº juros, venda ou vencimento dos títulos), o que ocorrer primeiro.